Terras Húmidas da Avenida da Praia, Taipa

Imagem

Àrea : Taipa
Endereço: North of Estrada da Baía de Nossa Senhora da Esperança
Horário de funcionamento: Segundo a hora que tenha sido pedida para a visita
Telefone: 2888 0087
Tarifa: Gratuita
Transporte : Posto de informação dos Autocarros Públicos
Introdução:

A Zona Ecológica de Terras Húmidas da Baía de Nossa Senhora da Esperança está localizada a oeste das Casas- Museu da Taipa. Ocupando uma área de 115.308m, esta é uma das zonas ecológicas de terras húmidas mais importantes de Macau. Esta zona de observação deriva o seu nome da proximidade à Estrada da Baía de Nossa Senhora da Esperança.

 

Em Novembro de 2010, o IAM descobriu que o campo de caniços nas bermas da estrada tinha sido invadido por uma planta exótica chamada Mikania micrantha, uma das 100 plantas invasoras mais nocivas do mundo. Para recuperar totalmente a área afectada e evitar que toda a estrutura ecológica das Casas-Museu da Taipa fosse invadida pela Mikania micrantha, esta entidade recriou a paisagem nesta zona para melhorar o seu valor ecológico e turístico.          

O IAM arrancou todas as invasoras Mikania micrantha em Dezembro de 2010 e construiu 5 lagoas ecológicas interligadas nas bermas da Estrada da Baía de Nossa Senhora da Esperança. Além disso, foram introduzidas diversas plantas incluindo o lótus, que simboliza a beleza de Macau – os lírios d’água, Pontederia lanceolata, Cyperus haspan, Cyperus, saururaceae e outras plantas aquáticas, assim como arbustos como o Osmanthus fragrans, Lagerstroemia e Allamanda schottii, para decoração. Desde então, foi criado uma zona ecológica de observação modelar. Diversos equipamentos – incluindo bancos de madeira, um abrigo feito de plantas trepadoras e vedação de bambu foram acrescentados. Assim, os residentes podem utilizar estes equipamentos inspirados na natureza enquanto apreciam e sentem a beleza do ambiente natural.                

Para mais, os residentes também podem observar os edifícios de arquitectura portuguesa das Casas- Museu da Taipa, um dos dez pontos turísticos mais belos de Macau.

À noite, os residentes também podem observar bandos de pássaros, como as garças, a regressar à colónia, criando um verdadeiro espectáculo onde centenas de pássaros voam para os seus ninhos. Durante a noite, os residentes ouvem o coaxar de diferentes sapos, como o Duttaphrynus melanostictus e o sapo do pântano, que se assemelha a um espectáculo de música natural. De acordo com a pesquisa de campo realizada pelo IAM no dia 18 de Abril de 2011, dezenas de pirilampos raramente vistos em Macau foram encontrados no campo de caniços.